Colégio Cantareira

educ. infantil
fundamental 1
fundamental 2
Colégio Cantareira | notícia
Colégio Cantareira | destaqueDestaque do Cantareira
Entrevista Psicóloga Rosângela Bernardes
Entrevista Psicóloga Rosângela Bernardes

Passagem da última semana de férias para a primeira semana de aula. Como crianças, pais e educadores lidam com isso.

Muitas vezes, as crianças ficam rebeldes quando as férias estão acabando e elas devem voltar às aulas (ex: não querem acordar cedo, não querem vestir o uniforme, querem brincar, etc). Por que essa readaptação é, algumas vezes, tão difícil? Pode ser sinal de que a criança não gosta da escola onde está?
R: Depende da faixa etária da criança, estas situações realmente acontecem.
Para a criança da Educação Infantil e séries iniciais do Fundamental I, a família precisa se organizar e na última semana de férias começar preparar esta criança para volta às aulas, pensando no quanto vai ser bom este retorno, encontrar os amigos ou novos amigos, começar acordá-la mais cedo, fazer planos positivos para esta volta. A escola não pode ser encarada pela família como um transtorno na vida da criança.
Para os pré-adolescentes e adolescentes esta volta com certeza deverá
ser mais fácil, porque normalmente eles anseiam por esta volta, principalmente
para encontrar os amigos do grupo. Caso isto não ocorra, será necessário pensar sobre isto.


- Quais sintomas podem ser considerados normais e quais os pais devem ficar realmente
preocupados?
Os normais são as dificuldades de acordar cedo e de reorganizar a rotina e o que os pais devem se preocupar são as somatizações, ou seja as dores de cabeça, de barriga, em horários de ida à escola.


- Como os pais podem colaborar para que a readaptação à rotina seja mais fácil? Ex: passar a última semana de férias dormindo e acordando mais cedo? Comer comidas mais saudáveis? Conversar? O que? Dê algumas dicas.
Sim, os pais precisam conversar bastante sobre esta volta, mostrando de acordo com a idade da criança o quanto isto é necessário ( escola não é opcional) e o quanto poderá ser prazerosa esta volta

- Quanto à escola, o que os educadores podem fazer para tornar a primeira semana mais
agradável? Desenvolver atividades mais lúdicas, talvez?
Normalmente as escolas trabalham para os pequenos com a semana de readaptação, promovendo atividades lúdicas, contação de histórias, muitas brincadeiras no parque e muitas atividades de integração.


- O que funciona melhor: deixar as crianças mais soltas durante as férias, afinal, o objetivo é descansar e se divertir, ou planejar atividades com horários definidos, para que as crianças continuem tendo uma rotina?

R: As crianças precisam ficar mais livres, brincar bastante e principalmente desvinculá-las dos compromissos de horários pré-estabelecidos, a não ser os das refeições.
A rotina poderá ser mais direcionada na última semana de férias.

-Ficar numa colônia de férias, por exemplo, pode fazer com que a transição das férias para as aulas seja mais fácil?
R: Não necessariamente, a criança precisa se acostumar que todo ano letivo tem o período de férias e o período de aulas.
- E com relação aos adolescentes? Eles são mais independentes. Muitos, inclusive, vão de ônibus para a escola, sem os pais. Caso eles também não estejam a fim de voltar a escola e comecem a matar aulas, como os pais devem lidar com isso? A escola também deve oferecer algum tipo de apoio ou apenas punir o aluno?
R: Os adolescentes, mesmo aqueles que tem mais autonomia precisam saber que esta
volta é necessária, o ?matar aulas? está mais ligado a um descompromisso do aluno.
Caso isto ocorra , a família precisa ser avisada pela escola e a orientação ao aluno precisa ser em parceria, família e escola, pois somente punição não propiciará reflexão ao aluno.



Rosangela Bernardes ( Psicóloga Escolar - Colégio Cantareira)
Mais notícias
/COLEGIOCANTAREIRA
/COLEGIOCANTAREIRA
Avenida José da Rocha Viana, 475/499
Pedra Branca • São Paulo • SP
Educação Infantil: (11) 2231-7789
demais cursos: (11) 2232-8444
PARCEIROS