EDIÇÕES ANTERIORES:
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
 - ed. 18  •  jun/18 - 

- G2 -

 Professora Fernanda 

Família

Os alunos do G2-B fizeram no ateliê o desenho da família. 

- G3 -

 Professora Beatriz 

Colagem 
Trabalhos com colagem contribuem para criatividade, além de ampliar as habilidades artísticas.  As crianças da turma do G3 adoram atividades que envolvam colagem. A autonomia com que utilizam a cola e a liberdade para colarem os materias, transformam a atividade em um momento prazeroso e de muitas aprendizagens

- G4 B -

 Professora Débora 

Projeto de Artes
Esculturas é o tema do Projeto de artes do G4-B. As crianças tiveram momentos de produzir suas esculturas com diversos tipos de materiais, um destes foi a sucata.

- 1º ANO -

 Professora Talita 

Arraiá
O mês de junho é sempre o mais animado para os pequenos.
Em clima de festa junina, acontecem os ensaios, as decorações e as férias se aproximam.
A turma do arco-íris apreciou a obra de Lourdes de Deus onde retrata a festividade e se empenharam para que a fogueira, que era a parte da decoração que ficaram responsáveis, saísse o mais caprichado possível.
Pintaram, repintaram, montaram e colaram.
Enfim, pronta!!!
A fogueira compôs a decoração do nosso palco.

- 3º ANO C -

 Professora Kátia 

Letras através do mundo
Dentro do projeto "Letras através do mundo", os alunos do 3ano, vivenciaram muitos momentos lúdicos para conhecer um pouco sobre o Peru, país de origem do autor Mario Vargas Llosa," Fonchito e a lua."
Uma das etapas do projeto, teve como elemento surpresa, o tradicional prato peruano, o CEVICHE.
O ceviche foi feito com muito carinho por Manoela Loyola, mãe do aluno Leonardo Loyola. 
Os alunos gostaram muito de poder degustar deste prato saboroso e da aproximação com a mãe de um colega da turma.
Foi um dia muito especial! 

- 4º ANO B -

 

 Professora Lilian Cristina 


Nosso município
Os alunos do 4.º ano B receberam orientações para que fizessem, individualmente, uma pesquisa sobre o município onde vivemos. Principalmente os aspectos relacionados a fundação, os espaços rurais e urbanos e as principais mudanças que ocorreram com o passar do tempo. No dia agendado, trouxeram o material selecionado e em grupos compararam os conteúdos pesquisados, compartilhando e organizando as informações. Planejaram como apresentar as informações em um cartaz, selecionando as melhores imagens de acordo com o conteúdo. Durante este trabalho, além do desenvolvimento do conhecimento, podemos observar o aperfeiçoamento de diferentes habilidades. O trabalho em grupo propicia o exercício do respeito à opinião do colega quando esta diverge da sua.

- 5º ANO B -


 Professora Sarah 


Xilogravuras
Após estudarem sobre a migração nordestina e as diversas formas de expressão artística desencadeadas por esse fenômeno social, os alunos do 5º ano B foram encorajados a criarem xilogravuras inspiradas nas obras do artista pernambucano J. Borges.
No ateliê os alunos iniciaram a atividade com o apoio do isopor, onde esboçaram os primeiros traços de seus desenhos, posteriormente, com o auxílio de uma caneta sem tinta, contornaram os traços pressionando levemente, para dar profundidade às obras. Por fim, cada criança pintou seu isopor e “carimbou-o” em uma folha de sulfite A4. 
O resultado final da atividade dependia da concentração, dedicação e paciência das crianças, que precisavam ter atenção em cada etapa, para prosseguir para a seguinte.  Enfim, quando os alunos descolaram a folha do isopor, o simples desenho inicial, revelou-se uma verdadeira xilogravura.

- ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO -

 

FOCO NO REPERTÓRIO CULTURAL
O que inspira a decoração e o recorte das músicas para as coreografias em nossa Festa Junina é um tema gerador que requer um estudo bem antes de começarmos a ensaiar as danças. No Cantareira, toda ação é envolta em propostas pedagógicas. Toda oportunidade de ampliação do repertório cultural é aproveitada. Considerando o letramento como um traço de nossa proposta, sempre haverá espaço para novas informações e sua contextualização.

 

CULINÁRIA 
O uso das cozinhas experimentais aparece como procedimentos de ensino muito importantes. Na disciplina do Currículo Aprofundado Química e Culinária, seu uso é semelhante ao de um laboratório. Nos cursos regulares, a culinária é uma opção de motivação, desenvolvimento ou até conclusão de um tema.




Um aspecto importante da culinária é que ela entra numa ação cuidadora da escola que expõe seus alunos a habilidades importantes para a sobrevivência que, hoje, muitas vezes não conseguem ter em casa.
ESTUDO DO MEIO 
O laboratório ao ar livre, a experiência viva são vantagens que, levando os alunos a uma saída pedagógica, para uma aprendizagem ativa. Em junho, os 7os e 8os anos foram a Salesópolis, na foz do rio Tietê, visitar o Museu de energia, cone



Avenida José da Rocha Viana, 475/499 • Pedra Branca • São Paulo • SP
educação Infantil: (11) 2231-7789 • demais cursos: (11) 2232-8444